Sites Governamentais não são Acessíveis

O jornal O Estado de S. Paulo publicou em 23 de janeiro reportagem para mostrar como, apesar de todos os avanços, a maioria dos sites, inclusive o da Presidência da República, não tem a acessibilidade prevista em lei.

A matéria traz o depoimento do estudante Danilo Montes, deficiente visual, que tentou participar de uma enquete no site do Senado e não conseguiu registrar o voto, que só pode ser enviado com o código de verificação, que se constitui de letras que precisam ser identificadas e digitadas pelo usuário. Já o portal da Câmara Federal, foi citado pelo jornal como um dos mais acessíveis , o qual, inclusive, tem o deficiente visual, Edson Junior como funcionário.

A lei determina que sites de administração pública sejam acessíveis, mas segundo o jornal isso não ocorre, pois a imensa maioria não permite que o texto seja transformado em áudio. Uma pesquisa feita há três anos pela Universidade Federal do Estado do Rio mostrou que, de 351 sites visitados, apenas 23 eram acessíveis.

A ausência de acessibilidade prejudica muitos brasileiros; segundo o IBGE, há 16,5 milhões de brasileiros com deficiência visual, sendo que 2,5 milhões de pessoas possuem baixa visão e 150 mil são cegos.

Equipe Blog Dorina – blog@fundacaodorina.org.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s