5ª MOSTRA DE CINEMA E DIREITOS HUMANOS

5ª MOSTRA DE CINEMA E DIREITOS HUMANOS NA AMÉRICA DO SUL

08 de Novembro a 19 de Dezembro de 2010.

ENTRADA FRANCA

A 5ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul exibe filmes realizados na região e relacionados aos temas relativos aos direitos humanos: curtas e longas-metragens, documentários e ficcionais, recentes e históricos. Um dos objetivos do evento é proporcionar acessibilidade à suas atividades e, nesse sentido, a programação destaca quatro curta-metragens e um longa-metragem de ficção, ambos exibidos com audiodescrição.

SESSÃO DE CURTAS

22/11 – SEGUNDA-FEIRA às 16h

Classificação indicativa: 12 anos

AVÓS
de Michael Wahrmann
Brasil, 12 min, 2009, fic
Leo comemora seu décimo aniversário. De uma avó, ele ganha meias; da outra, cuecas. Do avô, Leo recebe uma velha câmera Super-8, através da qual relata a tentativa de trocar os presentes com as avós. Nesse meio tempo, descobre que Mônica Lewinsky é judia, que Clinton é o presidente da América, que os números nos braços dos avós são os responsáveis por ele ser gordinho e que a tal câmera velha não serve para mais nada.

ALOHA
de Paula Luana Maia e Nildo Ferreira
Brasil, 15 min, 2010, doc
Conta a história de personagens com deficiência física que, através do surfe, encontraram a superação para os desafios de suas vidas.

CARRETO
de Marília Hughes e Claudio Marques
Brasil, 12 min, 2009, fic
Tinho conhece Stéphanie. Uma amizade se inicia.

EU NÃO QUERO VOLTAR SOZINHO
de Daniel Ribeiro
Brasil, 17 min, 2010, fic
A vida de Leo rdo, um adolescente cego, muda completamente com a chegada de um novo aluno em sua escola. Ao mesmo tempo, ele tem que lidar com os ciúmes da amiga Giovana e entender os sentimentos despertados pelo novo amigo Gabriel.

PRA FRENTE, BRASIL

25/11 – QUINTA-FEIRA às 18h

Classificação indicativa: 14 anos 

de Roberto Farias
Brasil, 105 min, 1982, fic

Em 1970 o Brasil inteiro torce e vibra com a seleção de futebol no México, enquanto prisioneiros políticos são torturados nos porões da ditadura militar e inocentes são vítimas desta violência. Todos estes acontecimentos são vistos pela ótica de uma família quando um dos seus integrantes, um pacato trabalhador da classe média, é confundido com um ativista político e “desaparece”.

 Cinemateca Brasileira
110 lugares
(11) 3512-6111
Largo Senador Raul Cardoso, 207 – São Paulo SP

http://www.cinedireitoshumanos.org.br/2010/saopaulo.php

Equipe BlogDorina – blog@fundacaodorina.org.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s