Oficina de audiolivro revela memórias do agreste

Bordadeiras e pescadores do povoado de Entremontes, localizado em Piranhas, e destaladeiras de fumo de Arapiraca participaram do Projeto Audiolivro  – Encontro entre a Memória e a Imaginação, iniciativa que pretende valorizar a oralidade popular e o registro de memórias das comunidades tradicionais brasileiras.

Patrocinado pela Fundação Nacional das Artes, numa parceria com o Ministério da Cultura, o projeto, de autoria da escritora alagoana Simone Cavalcante, foi um dos 10 contemplados do Nordeste no edital Bolsa Funarte de Circulação Literária.

A iniciativa consiste na realização de oficinas gratuitas para criação, produção e reprodução de um audiolivro. Durante doze horas de dinâmicas, os especialistas ministram conteúdos sobre as origens do audiolivro no Brasil e no mundo, suas diferentes formas de gravação, como contar histórias com efeitos sonoros, técnicas de leitura dramatizada, narração (entonação, pausa, emotividade) e de sensibilização musical, com a exploração de efeitos sonoros a partir de diferentes objetos artesanais.

O público-alvo do projeto são as comunidades quilombolas, artesãos, pescadores, bordadeiras, trabalhadoras rurais e as destaladeiras de fumo. Professores de escolas públicas participam como mediadores, auxiliando na construção literária, e serão no futuro, potenciais multiplicadores da tecnologia em sala de aula.

Equipe BlogDorina – blog@fundacaodorina.org.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s