Arquivo da categoria: Audiodescrição

História Contada com Origami e Audiodescrição

Que tal ouvir a história Romeu e Julieta, de Ruth Rocha, acompanhada de origamis? Essa é a história de um reino colorido e cheio de flores, onde tudo é separado pelas cores. As crianças e acompanhantes com deficiência visual terão a possibilidade de conhecer os personagens, os cenários e a própria contadora de histórias por meio da audiodescrição.

Para saber mais sobre a técnica da audiodescrição, entre no Ver com as Palavras.

Serviço:
Data: 21.08.11
Horário: 13h
Local: Biblioteca de São Paulo
Parque da Juventude
Av. Cruzeiro do Sul, 2630 – Santana – São Paulo – SP

5º Festival Assim Vivemos

Com uma programação de filmes que ultrapassam barreiras, desmontam preconceitos, fazem pensar e divertem, dando novas perspectivas à questão da deficiência, o Festival Assim Vivemos tem se constituído na maior celebração da inclusão cultural do Brasil. Nele, as pessoas com deficiência são as protagonistas, tanto nos filmes quanto no público.

Para que isso se tornasse realidade, desde sua primeira edição, o Assim Vivemos traz todas as acessibilidades (audiodescrição, catálogos em Braille, legendas Closed Caption, interpretação em LIBRAS nos debates e salas de cinema acessíveis a cadeirantes).

Em duas semanas, serão exibidos 28 filmes de 12 países, revelando universos singulares quanto o de crianças de Myanmar (ex-Birmânia) e o de mulheres cadeirantes de Moçambique. Como já é tradicional, serão realizados quatro debates sobre temas específicos, congregando pessoas com deficiência, profissionais especializados, professores universitários, diretores de
cinema, entre outros.

Alguns destaques desta edição: Incluindo Samuel, dos Estados Unidos, e Incluir Também se Aprende, do Brasil, filmes que colocam em foco a educação inclusiva. Quando Brilha um Raio de Luz, do Irã, que mostra a bela relação de companheirismo entre duas irmãs. Downtown, da Polônia, que acompanha a realização de um ensaio fotográfico com jovens com síndrome de Down. O Tempo de Suas Vidas, do Reino Unido, que coloca em perspectiva as questões da terceira idade. E muito mais: filmes da Rússia, Canadá, Noruega, Irlanda, Suíça, numa programação que compõe um impressionante painel multicultural.

Todas as sessões terão ENTRADA FRANCA.

16 a 28 de agosto – CCBB Rio de Janeiro* 

13 a 25 de setembroCCBB Brasília

5 a 16 de outubroCCBB São Paulo

*No Rio de Janeiro, sessões também no SESC Ramos e no SESC Madureira.

Confira a programação completa nos sites www.assimvivemos.com.br e www.bb.com.br/cultura

ROMEO ET JULIETTE COM AUDIOESCRIÇÃO NO THEATRO SÃO PEDRO

A famosa ópera de Charles Gounod, ROMEO ET JULIETTE, baseada na peça de William Shakespeare, que estreia no dia 10 de agosto no lindo Theatro São Pedro, será apresentada com audiodescrição no dia 11/08, quinta feira, às 20:00 horas.  O Theatro São Pedro já apresentou 8 óperas com audiodescrição de 2009 a 2010, em uma parceria com a Vivo. A ação contribuiu sensivelmente para a divulgação da audiodescrição no Brasil, considerando o número de matérias que foram feitas a respeito e o grande número de pessoas com deficiência visual presentes. Além disso, aproximou o público com deficiência visual desse gênero de espetáculo, aumentando sensivelmente o número de aficcionados.

Com ROMEO ET JULIETTE, a APAA – Associação Paulista dos Amigos da Arte, reafirma sua preocupação com a inclusão cultural das pessoas com deficiência visual e retoma as ações de acessibilidade.

Fonte: www.vercompalavras.com.br

ONCB realiza Pesquisa de Recepção da Audiodescrição na Televisão Brasileira

Organização Nacional de Cegos do Brasil 

Pesquisa Nacional de Recepção da Audiodescrição

A Organização Nacional de Cegos do Brasil – ONCB, no cumprimento de sua função regimental de defesa de direitos e acompanhamento de políticas públicas voltadas ao segmento das pessoas com deficiência visual, tem acompanhado as discussões sobre a implementação do recurso da audiodescrição nas redes sociais e grupos da Internet. Também tem recebido inúmeros contatos de pessoas e instituições afiliadas, relatando dificuldades no acesso à audiodescrição que passou a ser veiculada a partir de 1º de julho de 2011 por algumas emissoras de televisão, conforme previsto na Portaria nº 188/2010 do Ministério das Comunicações.

A quantidade de mensagens sobre o assunto demonstra a ansiedade e o grande interesse das pessoas com deficiência em usufruir de seu direito à informação, à educação, à cultura e ao lazer proporcionados pela televisão. A diversidade regional dos interlocutores demonstra não se tratar de um problema localizado. As dificuldades de acesso ao recurso têm ocasionado grande decepção para essas pessoas, que aguardavam há tanto tempo a oportunidade de assistirem à programação televisiva em igualdade de condições com as demais pessoas, mesmo que por apenas duas horas na semana.

Com base nas inúmeras situações relatadas, a ONCB tomou a iniciativa de realizar uma Pesquisa Nacional de Recepção da Audiodescrição para construir um panorama em nível nacional da disponibilização do recurso pelas emissoras que já operam no sistema digital de televisão.

Esta pesquisa tem por objetivos identificar: 

• As emissoras, cabeças-de-rede e afiliadas, que estão cumprindo as determinações da Portaria nº 188/2010. 

• As operadoras de televisão paga que estão fazendo chegar aos assinantes o canal de áudio pelo qual as emissoras estão veiculando a audiodescrição.

Para tanto, contamos com a valiosa colaboração voluntária dos pesquisadores acadêmicos Elton Vergara Nunes e Flávia Oliveira Machado, que possuem conhecimentos em audiodescrição, televisão digital e experiência na sistematização e análise de dados, segundo critérios científicos.

Pretendemos, a partir dos resultados desta pesquisa, oferecer subsídios para que as emissoras de televisão, operadoras de televisão por assinatura e autoridades competentes tomem as medidas necessárias para o efetivo cumprimento das disposições legais sobre acessibilidade para pessoas com deficiência na televisão aberta brasileira.

O formulário da pesquisa está disponível no seguinte endereço: http://twixar.com/cVeKeXL66Dg. Pedimos a todos os interessados na audiodescrição que colaborem com esta pesquisa respondendo o questionário, divulgando para seus contatos, e ainda disponibilizando o formulário em seus próprios sites e blogs.

Sua participação é muito importante para que possamos construir um retrato fiel da implementação da audiodescrição na televisão aberta brasileira, permitir sua consolidação e expansão para outras atividades educativas, culturais e de lazer. 

Cordialmente,

Moisés Bauer Luiz 

Presidente da ONCB

 Brasília, 22 de Julho de 2011

Fonte: ONCB – Organização Nacional de Cegos do Brasil

Exposição de xilogravuras oferecerá audiodescrição no Ceará

 Objetos e textos explicam o processo relacionado à xilogravura nordestina 

A Exposição Xilogravura Nordestina, que oferece acessibilidade aos deficientes visuais, fica em cartaz no Centro Cultural Dragão do Mar, em Fortaleza, até o dia 31 de julho. O espaço oferece o serviço de audiodescrição, recurso que permite o acesso de pessoas com deficiência visual a produtos audiovisuais culturais. A exposição funciona no Memorial da Cultura Cearense (MCC) das 14h às 21h30.

Os interessados podem agendar grupos de até 15 pessoas para visitar o espaço que contém obras dos artistas Mestre Borges, Sebastião de Paula e Manuel Inácio. Os deficientes visuais são guiados por técnicos especializados e podem conferir a exposição através da leitura de textos e tocando objetos relacionados ao processo de xilogravura.

 

Serviço: 

Exposição Xilogravura Nordestina 

Memorial da Cultura Cearense (MCC) 

Até 31 de julho 

14h às 21h30 

Ingressos: grátis. 

Agendamento de visitas pelos números (85) 3488.8604 e (85) 3488.8611.

Fonte: www.rinam.com.br

MOZART APAGA A LUZ

 O Grupo  Amigos pra valer convida para a apresentação do espetáculo infanto-juvenil com audiodescrição, interpretação em LIBRAS e legendas: MOZART APAGA A LUZ, realizada por VIVO ENCENA .

 Ponto de encontro: Estação do metrô Conceição.

 Horário: 13:30, na catraca.

onibus: Estação Berrine linha 5701-10.

 Data: 24 de junho (domingo).

Horário: 15:00 horas.

Local: Teatro Vivo.

Endereço: Av. Dr. Chucri Zaidan, 860, Morumbi.

Convite válido para 15 pessoas. Confirmação de presença pelo e-mail: amigospravaler@amigospravaler.org        

Favor chegar com meia hora de antecedência para o início dos recursos de acessibilidade.

 

Sobre o espetáculo:

O espetáculo infanto-juvenil MOZART APAGA A LUZ conta a fabulosa história de um dos maiores  compositores da música universal,

Wolfgang Amadeus Mozart, de uma forma  extremamente divertida como uma envolvente brincadeira entremeada por músicas, detalhes inventados e informações reais.

Escrito pela dramaturga Christine Rohrig, autora e tradutora de diversos livros para o público infanto-juvenil, o espetáculo tem direção de Alvise Camozzi e figurinos de Gabriel Villela. O cenário fica a cargo de Marcus Vinícius e o desenho de luz é de Marisa Bentivegna.  No elenco, Daniel Maia (que também assina a trilha sonora) está no papel-título ao lado de Fábio Caniatto e Nábia Villela.

 

Cinema Acessível no MAM

A área de acessibilidade do MAM tem o prazer de convidar para a mostra de cinema acessível, com legendas e audiodescrição.

Nesta primeira sessão os integrantes do projeto Observatório.doc, realizadores do filme Ponto de Equilíbrio e Imóvel, recebem o coletivo Complô, realizadores do filme Flores em vida.

PROGRAMAÇÃO

Ponto de Equilíbrio

Ano:2010 – Direção: Observatório.com

Nos limites da cidade ninguém é imune.

Imóvel

Ano:2010 – Direção: Observatório.com

Documentário sobre a imobilidade humana, interna e externa.

Flores em vida

Ano:2010 – Direção: Coletivo Complô

Um documentário sobre o universo cotidiano de Lazara Crystal e sua floricultura na cidade de Sâo Paulo.

Para mais informações, ligue para: (11) 5085-1314 ou escreva para acessibilidade@mam.org.br